Realidade virtual permitirá que fãs façam sexo com seus ídolos em futuro próximoBuzz

Realidade virtual permitirá que fãs façam sexo com seus ídolos em futuro próximo

Sabe aquele amor platônico da adolescência? Num futuro próximo, será possível fazer sexo com seus maiores ídolos em realidade virtual, diz Ted Harrison, cineasta e artista canadense da BBC. 

sexo-ídolos-realidade virtual-nick jonas

Romance entre telas

No quesito relacionamento à distância, a tecnologia tem sido uma mão na roda. É possível manter contato com seu/sua parceiro(a) de várias maneiras. Mas e o sexo? Como fica?

O Kiiro e a Vibease, por exemplo, já tentam solucionar esse problema. As empresas lançaram brinquedos sexuais conectados à internet. Já existem protótipos de dispositivos para beijos remotos e travesseiros que transmitem o batimento cardíaco pela realidade virtual. Um verdadeiro Pillow Talk. 

Existem também updates para as bonecas de borracha. Empresas como True Companion e MacMil Cybernetics iniciaram essa investida. Elas estão criando parceiros sexuais robóticos capazes de satisfazer o usuário.

Assim como na música com shows em holograma e clipes em 360º, a realidade virtual também trouxe o pornô 360º. Sites como BaDoinkVR já oferecem o serviço.

Até aí nada tão novo assim, né? 


Leia mais:


sexo-ídolos-realidade virtual-2

Sexo com os ídolos

E se, daqui a algum tempo, você pudesse escolher um ídolo para transar virtualmente?

O cineasta Ted Harrison deu uma entrevista à BBC e esclareceu essa bizarra novidade. Segundo ele, em poucos anos isso será possível graças à tecnologia do ultrassom, que já simula a sensação de chuva, vento e toque.

Ele diz também que essa tecnologia criará a sensação de contato através de uma roupa com sensores que a pessoa poderá vestir.

Se os fãs pudessem sentir as carícias e beijar Elvis Presley, onde isso poderia parar? Usando um figurino de corpo inteiro, com pontos de sentido, poderiam estimular uma série de encontros?

Contudo, não se sabe se isso poderá chegar tão fácil ao público. Isso porque uma questão ética surge no meio disso. Seria preciso que as celebridades donas do corpo virtual autorizassem o uso — muito uso — de sua imagem.

Apesar das altas expectativas, isso tudo não passa de suposição. Mas a gente já fica eriçado com a ideia. 

Veja o clipe de Slave to The Rhythm feito com holograma de Michael Jackson:

Posts Relacionados

Facebook Comments