Mulheres propõem boicote ao Twitter para apoiar Rose McGowan contra Harvey WeinsteinBuzz

Mulheres propõem boicote ao Twitter para apoiar Rose McGowan contra Harvey Weinstein

Mulheres estão boicotando o Twitter para mostrar apoio a vítimas de assédio e abuso, particularmente à atriz Rose McGowan.

Rose acusou o produtor Harvey Weinstein de estupro, junto com várias denúncias de outras atrizes. O produtor está por trás de grandes filmes, como Pulp FictionShakespeare Apaixonado Carol. Várias atrizes já se pronunciaram sobre o caso, endossando as denúncias por crimes sexuais. Na lista de mulheres contra Harvey Weinstein, temos nomes de peso como Meryl Streep, Jennifer Lawrence, Gwyneth Paltrow Angelina Jolie.

O Twitter suspendeu a conta de Rose McGowan depois que ela usou a plataforma para denunciar não só o produtor, mas também atores como Matt Damon Ben Affleck, que estariam protegendo Harvey. Nessa quinta-feira (12), a conta de Rose foi suspensa por ‘violar as regras do Twitter’.

Então, a engenheira de softwres Kelly Ellis propôs um boicote de 24h à rede social. Até agora, algumas celebridades adotaram a prática, como Alyssa Milano, John Cusack Kerry Washinton.


Leia mais:


Seria boicote uma medida eficaz?

Entretanto, muitas mulheres têm questionado a estratégia de boicote, especialmente as negras e latinas, que frequentemente são vítimas de assédio (sexual ou não) nesse tipo de plataforma.

Elas também chamam atenção para o fato de que esse tipo de medida de solidariedade não acontece quando se trata de mulheres negras, como Jemele Hill, que era âncora da ESPN até ser demitida. O motivo? Ela se posicionou a favor dos protestos de jogadores da NFL contra o racismo na liga.

The Verge entrevistou Dorothy Charles, uma estudante de medicina e ativista, sobre o assunto. A moça se disse meio cautelosa depois de descobrir sobre o boicote.

Como mulher negra, o boicote me lembra bastante a Marcha das Mulheres, onde finas mulheres brancas e liberais estão reagindo a tipos de misoginia que mulheres negras, latinas e indígenas estão protestando a anos. E elas fazem isso porque agora mulheres brancas são afetadas.

Posts Relacionados

Facebook Comments