Presidente do Grammy fala sobre a falta de mulheres na premiação: “precisam se impor”Listas e Premiações

Presidente do Grammy fala sobre a falta de mulheres na premiação: “precisam se impor”

O presidente do GrammyNeil Portnow, falou sobre a falta de mulheres no Grammy 2018. Segundo ele, mulheres precisariam “se impor”, mas que também a indústria deveria ser receptiva.

Nesse domingo (28), aconteceu a premiação do Grammy de 2018, que homenageia e premia artistas da indústria fonográfica. Só que muitos expectadores criticaram a edição por ter indicado tão poucas mulheres às categorias, e consequentemente, pouquíssimas vencedoras. No Twitter, por exemplo, bombou a hashtag #GrammysSoMale, algo como “Grammy tão masculino”.

Em entrevista à revista estadunidense Variety, o presidente Neil Portnow foi questionado sobre a falta de representatividade feminina na edição:

Eu acho que tem que começar com… Mulheres que tenham a criatividade em suas almas e corações, que querem ser musicistas, que querem ser engenheiras, produtoras e querem fazer parte da indústria no nível executivo… Elas precisam se impor porque acho que elas seriam bem-vindas. Eu não tenho uma experiência pessoal com todos os muros que elas lidam, mas acho que é nossa responsabilidade – como indústria – acolher, criando oportunidades para todas as pessoas que queiram ser criativas e criando assim uma nova geração de artistas.


Leia mais:


Lorde é a única indicada da sua categoria a não se apresentar no Grammy

Mas parece que não é tão tão fácil simplesmente ‘se impor’. A indústria fonográfica, embora mais receptiva que a do audiovisual, não está tão de braços abertos. O produtor do Grammy 2018, Ken Ehrlich, se recusou a falar sobre a falta de mulheres indicadas e premiadas, dizendo que “não era ele” quem devia falar sobre.

Outro fato que chamou a atenção foi o fato de Lorde não ter se apresentado na cerimônia. A jovem foi a única mulher indicada a categoria Álbum do Ano, por Melodrama, e não teve a mesma chance de performar na premiação. Ehlich falou sobre:

Não sei se foi um erro. É tudo questão de escolhas… Nós temos uma caixa que ficou cheia. Ela teve um ótimo álbum. Não temos como lidar com todo mundo.

Alessia Cara foi a única mulher a levar algum dos principais prêmios, por Artista Revelação. Parece que é verdade: temos um Grammy muito masculino.

grammy

Posts Relacionados

Facebook Comments