Protagonismo das minorias: Hollywood descobriu uma mina de ouro na representatividadeBuzz

Protagonismo das minorias: Hollywood descobriu uma mina de ouro na representatividade

Observando alguns números recentes de bilheteria dos filmes hollywoodianos, me chamou a atenção a colocação em especial de dois dos maiores filmes de super-heróis lançados nos últimos anos: Pantera Negra e Mulher-Maravilha. Ambos protagonizados por personagens que podemos chamar de “minorias”: um negro e uma mulher. Será que Hollywood descobriu na representatividade das minorias uma mina de ouro?

O herói da Marvel, de semana em semana foi alcançando seu espaço e chegou à 47ª posição na lista das maiores bilheterias de todos os tempos. Até o último número divulgado, o longa havia arrecadado 906 milhões de dólares.

Já a heroína da DC Comics, fez um total de 821,9 milhões de dólares no mundo todo ao longo do seu tempo em cartaz.

E tem um outro dado que contribui para essa discussão que é: ambos os filmes representam o 1º (Pantera Negra) e o 2º (Mulher-Maravilha) lugares na lista de maiores bilheterias de filmes solo de super-heróis. Justamente eles, os heróis que fogem aos padrões e dão visibilidade aos que foram historicamente esquecidos pelo gênero cinematográfico.


Leia mais:


Presidente da Marvel Studios fala que diversidade vai fazer parte de próximas produções de Hollywood

Kevin Feige, em entrevista à Entertainment Weekly, falou sobre como a Marvel vai priorizar a diversidade em suas próximas produções. Vale a gente se perguntar: isso é por prezar pela representatividade ou pela mina de ouro recém-descoberta por Hollywood?

Teremos novos locais, novas países que contam com uma significância cultural própria. Continuaremos a contar histórias que representam o mundo como ele é, que representam pessoas que não se viam representadas dessa maneira no passado. Queremos continuar a fazer isso. Contratamos algumas pessoas em diferentes posições, especialmente por trás da câmera, mas não estamos prontos para anunciar ainda. Como Pantera Negra declarou em voz alta, [representação] só pode ajudar, pode contar histórias únicas, pode ajudar a fazer coisas de uma maneira nova e de uma maneira animadora. Se fizer isso, o público vai notar e apoiar.

Posts Relacionados

Facebook Comments