A ironia da “cagação de regra” nas tirinhas de Ricardo CoimbraArtes

A ironia da “cagação de regra” nas tirinhas de Ricardo Coimbra

Todo mundo sabe que hoje em dia a chamada “cagação de regra” é uma das maiores regras para se usar a internet. E foi nesse cenário que um quadrinista brasileiro resolveu usar a ironia para criticar tudo isso.

Trata-se de Ricardo Coimbra, um talentoso artista de quadrinhos que usa o nosso cotidiano como pano de fundo para suas criações. Tudo claro, voltado na maioria das vezes para nossas cada vez mais rasas interações sociais.


Leia mais:


ironia-03

A ironia nossa de cada dia nas tirinhas de Ricardo Coimbra

Se quadrinhos são feitos para nos divertir despretensiosamente, as tirinhas têm um propósito a mais: trazer uma pertinente crítica social a algo ou alguém.

Assim nasceu o trabalho de Ricardo Coimbra, que sempre apresenta temas polêmicos sob um viés de crítica social. Somos sempre donos da razão, mesmo quando não temos razão alguma.

O artista iniciou a divulgação do seu trabalho no Facebook, onde aparecia tirando sarro de políticos, coxinhas, empresários, ateus, religiosos, proativos… E, claro, da sociedade cada vez mais conectada.

O reconhecimento logo veio e hoje Ricardo tem algumas publicações estampadas em um livro autoral.

ironia-01

A “perseverança do imbecil”

A inspiração para Coimbra vem do dia a dia, principalmente dos dias modernos, onde ficou ainda mais fácil se auto rotular de algo que não somos apenas para sermos bem vistos pelos outros.

Para o artista, tudo tem como raiz um excesso de motivação, que acaba culminando numa espécie de perseverança que ele acredita ser de pessoas imbecis. Em uma entrevista, Ricardo explicou melhor a sua inspiração:

Acho que todos eles padecem do mesmo mal que é o excesso de motivação. Essa coisa de estar sempre acelerado, empolgado, pilhado, realizando, interferindo, construindo, empreendendo, essa coisa bem do nosso tempo. Seja o religioso que se acha no direito de lhe dizer como viver sua própria vida, seja o funcionário de almoxarifado que veste a camisa da empresa, seja o ateu catequizador, seja o coxinha que idolatra uma marca de cerveja importada, seja o militar protegendo a “ordem”, o que eu vejo em todos eles é aquela perseverança típica do imbecil que tem uma certeza

Para acessar o site com mais tirinhas de Ricardo Coimbra, basta clicar aqui. Já aqui você encontra uma entrevista completa com o artista, feita pelo jornalista Ramon Vitral.

ironia-04

Posts Relacionados

Facebook Comments