Sem Michelle: não vai ter gêmeas Olsen em ‘Fuller House’Séries & TV

Sem Michelle: não vai ter gêmeas Olsen em ‘Fuller House’

Pode ir tirando o cavalinho da chuva: as irmãs Olsen não vão participar de Fuller House.

Ou, ao menos, não farão isso a pedidos do criador da série, Jeff Franklin. Nas duas primeiras temporadas do spin-off de Full House (o saudoso Três é Demais), da Netflix, elas não apareceram. Apenas tinham alfinetadas sobre Michelle (Mary-Kate Ashley Olsen) não aparecer, inclusive algumas quebrando a quarta parede.

Entretanto, em entrevista ao TV LineJeff Franklin conta que desistiu de cenas com a caçula de Danny Tanner (Bob Saget), porque elas apenas negavam seus pedidos.

Pessoalmente, eu desisti de pedir a elas. A porta está aberta, mas eu não vou ligar para elas com convites outra vez. Elas apenas não aparecem interessadas em participar. Foram três anos de convites, então elas sabem que a porta está aberta. Cabe à elas decidir se querem ou não vir.


Leia mais:


Novos gêmeos em ‘Fuller House’

Até agora, Mary-Kate e Ashley Olsen não explicaram porque não querem participar de Fuller House. Pode ser porque elas são absurdamente ricas e não precisam mais disso, o que, cá entre nós, a gente super entende. Mas Dave Coulier (Joey) pontuou outra coisa: elas eram bebês quando Full House foi gravada, então elas podem simplesmente não ter a mesma ligação com a série que o restante do elenco tem.

Aliás, por falar em gêmeas, nós deveríamos ficar de olho em Dashiell Fox Messit, que se dividem interpretando Tommy Fuller Jr. As irmãs Olsen foram por muitos anos as jovens mais ricas do mundo, já que estão atuando literalmente desde antes de aprender a andar; além de serem empresárias. E, se tiverem sorte, os irmãos Messit podem ir pelo mesmo caminho: eles recebem US$ 9,734 por episódio, o equivalente a trinta mil reais!

Nada mal para um primeiro emprego.

olsen fuller house

 

Posts Relacionados

Facebook Comments