‘In a Heartbeat’: Animação gay está encantando corações ao redor do mundoCinema

‘In a Heartbeat’: Animação gay está encantando corações ao redor do mundo

Beth David e Esteban Bravo acabaram de se formar na Ringling College of Art and Design, lá na Florida (EUA) e como projeto de conclusão criaram uma animação muito mais que fofa. In a Heartbeat está surpreendendo seus criadores por ter se espalhado por toda a internet. O vídeo já tem quase 4 milhões de visualizações em apenas um dia.

A história? A animação é um curta sem diálogos que conta o início de um romance gay no colégio. Sherwin é um garoto apaixonado por Jonathan, mas que nunca deixou isso claro. Um dia, ele estava vendo de longe seu crush por de cima de uma árvore e seu coração dispara. Literalmente, seu coração começa a ir atrás de sua paixão e Sherwin tem de correr atrás para tentar impedir qualquer constrangimento.

Tudo isso acontece em apenas 4 minutos nos quais apenas os semblantes dos personagens são capazes de fazer qualquer um se derreter pelo romance. O filme surgiu a partir de um crowdfunding. David e Bravo arrecadaram o suficiente para contratar Arturo Cardelús para compor uma trilha sonora original e Nick Ainsworth para fazer o design de som.

O curta foi selecionado a vários festivais e foi feito a partir de uma colaboração muito sincera entre os estudantes. Sobre isso David disse:

O filme reverberou muito intimamente na gente. Nós sempre dizemos um para o outro que é o tipo de coisa que gostaríamos de ter tido quando éramos crianças, algo positivo que poderíamos ter visto nas telas.


Leia mais:


‘In a Heartbeat’ ganhou até spin-off dos fãs

Para vocês terem ideias da potência do projeto, In a Heartbeat ganhou alguns posters diferentes com os personagens. Colocaram Sherwin e Jonathan no banner de A Culpa é das Estrelas e de O Segredo de Brokeback Mountain. Olha que coisa mais linda.

Sobre isso, David disse:

Temos até Fan-art, e as pessoas estão fazendo cosplay. Estão nos mandando GIFS e reedições. Isso é louco! Ficamos espantados, e é tão excitante.

Bravo complementou assim:

Como artistas, é aí que percebemos que fizemos algo legal – quando outros artistas desenham sua arte.

Ainda, sobre terem um casal LGBT em animação, os criadores comentaram:

Muita gente tem muita vontade de ver esse tipo de relacionamento retratado não só na mídia mas em animação. As pessoas estão muito animadas, e várias pessoas LGBT que precisavam desse tipo de representação finalmente estão se vendo representadas, e isso que as inspira.

Gostei tanto que vou ver de novo. Dá o play:

Posts Relacionados

Facebook Comments