#AHBRANCODAUMTEMPO: as frases preconceituosas ditas a negros todos os diasArtes

#AHBRANCODAUMTEMPO: as frases preconceituosas ditas a negros todos os dias

racismo contra negros a gambiarra 3

Você nem imagina as inúmeras formas diferentes e “sutis” de demonstrar seu preconceito. E talvez você nem perceba que coisas que você possa considerar simples podem, na verdade ser uma das maneiras mais desrespeitosas com outras pessoas. Pensando nisso, um projeto mostra negros segurando placas com frases preconceituosas que já ouviram.

“Para uma negra, você até que é bonita”

Talvez nem percebemos que estas “práticas” estão extremamente enraizadas na nossa cultura, e que entre muitas outras coisas, continua preconceituosa. Pensando nisso, Lorena Monique resolveu criar um ensaio fotográfico focado neste preconceito.

racismo contra negros a gambiarra 1

A brasiliense estudante de Antropologia na UNB reuniu imagens com universitários negros segurando placas com insultos que eles já receberam na vida. O resultado beira o chocante, e surpreende pela tamanha ignorância e falta de respeito.

“Por que você não penteia o cabelo?”

O projeto fotográfico foi inspirado em uma campanha organizada por alunos da Universidade de Harvard. A ideia é denunciar e colocar em pauta todo o racismo intrínseco, sendo destacado aqui no ambiente acadêmico, onde espera-se que tenha pessoas mais “instruídas”.

racismo contra negros a gambiarra 2

A difícil luta contra as frases preconceituosas de cada dia

Mas não é bem isso que acontece. São pessoas que convivem em um meio educacional, mas que não possuem um nível razoável de educação para seus semelhantes. São casos que envergonham a sociedade pela forma tão direta e dura que acontecem.

“Você tem sorte de ser negro, nem precisa estudar para passar no vestibular”

Os resultados das fotos foram registrados em um Tumblr específico: #AHBRANCODAUMTEMPO. A repercussão foi tão grande que Lorena agora pensa em criar uma exposição especial com os registros obtidos por ela.

racismo contra negros a gambiarra 5

#AHBRANCODAUMTEMPO

O nome do ensaio ainda gerou polêmica, mas a própria Lorena explica que isso já era esperado, e que ajudou a fazer com que os próprios brancos repensassem os seus privilégios na sociedade atual. Para Lorena,

“As pessoas tentam passar a imagem de que o país é tolerante com as diferenças e que o negro é vitimista porque ‘só sabe reclamar’, ou que encara ‘tudo como racismo’. Eles não estão a fim de discutir seus lugares de privilégio na sociedade, porque ser uma pessoa de pele branca no Brasil é estar em um lugar de poder simbólico (subjetivo e objetivo), o que quer dizer estar em uma posição de poder. (Querendo ou não) ser branco te faz ter prestígio”

racismo contra negros a gambiarra 4

[via]

Posts Relacionados

Facebook Comments