Fim do Grooveshark: uma era termina agoraBuzz

Fim do Grooveshark: uma era termina agora

grooveshark

O fim do Grooveshark pegou muita gente de surpresa, mas o que desencadeou seu fechar de portas vem de muito antes, pelo menos dois anos atrás. Um dos primeiros serviços de streaming de música a arrebanhar grande parte de público encerra sua era depois de uma longa jornada de batalhas judiciais.

O serviço, lançado há dez anos, era conhecido pela sua forma “pública” de postagem e divulgação de músicas. Ao contrário dos concorrentes como Deezer, Spotify, Tidal ou Rdio, no Grooveshark o próprio usuário poderia subir qualquer música, de qualquer artista, sem ter que dar ou pagar direitos autorais a ele.

Tal medida irritou as gravadoras, que alegavam uma perda massiva de dinheiro com direitos autorais. Elas entraram na justiça para resolver a situação, ganharam, mas o serviço recorreu. Agora, depois de um acordo, o Grooveshark jogou a toalha e indicou o seu final.

Estima-se que cada violação de direito autoral pudesse custar aos cofres da marca multa de 150 mil Dólares. No total, o montante poderia chegar a 750 milhões de Dólares. Sem todo este dinheiro, o Grooveshark chegou a um acordo.

fim do grooveshark 2

Fim do Grooveshark

Para não pagar as multas, o serviço de streaming decidiu finalizar suas atividades e lançou um comunicado à imprensa e aos seus usuários. Nele, os seus idealizadores incentivam a migração dos seus clientes para os serviços concorrentes, que respeitam os direitos autorais. A empresa ainda reconheceu que errou durante todos estes anos.

“Começamos há quase dez anos com o objetivo de ajudar os fãs a compartilhar e descobrir música. Mas, apesar de nossas melhores intenções, cometemos erros muito graves. Fracassamos em assegurar as licenças dos donos dos direitos da maioria das músicas no serviço. Isso era errado. Pedimos desculpas.”

O Grooveshark chegou a ser um dos mais populares sites de streaming de música da internet, com cerca de 35 milhões de usuários entre os anos de 2009 e 2011, muito em conta da facilidade em disponibilizar qualquer áudio em seu catálogo pelos próprios usuários.

É o final de uma era, bastante polêmica, focada em grande e fiel público, além do não cumprimento das regulamentações que regem o sistema da indústria musical mundo afora. Com certeza deixará saudades, mas em meio a tudo o que aconteceu, não era difícil imaginar que o serviço já estava fadado à sua morte muito antes. Infelizmente, vitória merecida das gravadoras…

fim do grooveshark 1

Posts Relacionados

Facebook Comments