Especial Tarantino – Bastardos Inglórios: A glória cinematográfica de TarantinoEspecial Tarantino

Especial Tarantino – Bastardos Inglórios: A glória cinematográfica de Tarantino

bastardos-inglorios-a-gambiarra06

Quentin Tarantino amadureceu como cineasta com Bastardos Inglórios (Inglourious Basterds, EUA, 2009). No entanto, esse amadurecimento não aconteceu sem que o diretor perdesse a marca com a qual ele ficou conhecido e reconhecido.

A trama se passa durante a Segunda Guerra, na França ocupada pelo exército alemão. É ali que a jovem Shosanna Dreyfus (Mélaine Laurent) arquiteta sua vingança contra o nazismo depois de ter a família dizimada pelo coronel Hans Landa (Chistoph Waltz).

Em meio a esse cenário, o tenente Aldo Raine (Brad Pitt) organiza um grupo de soldados judeus para eliminar nazistas do modo mais cruel possível e chegar até os líderes do Terceiro Reich. As duas tramas se cruzam no cinema, em Paris, onde Shosanna espera, sob outra identidade, a hora de realizar seus planos.

bastardos-inglorios-a-gambiarra04

O roteiro, também escrito por Tarantino, é dividido em capítulos e apresenta com maestria os personagens, suas histórias e o cruzamento entre elas. Como de costume, tudo isso é costurado com inúmeras referências e homenagens, visuais e musicais, a outros gêneros cinematográficos.

Através de um prólogo tenso e que já vale quase todo o filme, somos apresentados ao “Caçador de Judeus” vivido por Christoph Waltz que venceu o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante pelo papel de um dos vilões mais inesquecíveis da filmografia do diretor.

bastardos-inglorios-a-gambiarra05

Há de se destacar a escolha de um elenco afiado e encabeçado pela bela Mélaine Laurent (soberba!), e mesmo Brad Pitt, caricato, se encaixa com perfeição no papel de líder dos Bastardos.

Violência contra violência é o lema que atravessa toda a trama onde é possível perceber as liberdades de Tarantino ao propor, inclusive, uma revisão histórica não possuindo comprometimento algum com os fatos tais quais eles aconteceram.

bastardos-inglorios-a-gambiarra07

E por mais que isso pareça arriscado, acaba sendo uma saída muito bem elaborada para um clímax orquestrado com toques de mestre. Esse recurso também consegue fazer o filme escapar da mesmice de tantas outras produções que tem esse mesmo período como pano de fundo.

Enredo muito bem amarrado e um ritmo ágil fazem dessa obra uma das mais elegantes do diretor. Seu universo ousado, irreverente e cheio de boas sacadas encontra aqui sua melhor forma.

bastardos-inglorios-a-gambiarra02

Bastardos Inglórios para ver:

Bastardos Inglórios para ouvir:

Posts Relacionados

Facebook Comments