Dono do Coachella “financia ativamente” grupos anti-LGBTFestivais & Shows

Dono do Coachella “financia ativamente” grupos anti-LGBT

No início desta semana, o Coachella anunciou um de seus lineups mais grandiosos. O festival de música e artes da Califórnia — conhecido por ser o paraíso das selfies e da estética hippie-boho — conseguiu trazer Beyoncé, Kendrick Lamar e Radiohead como headliners de 2017. A reputação do festival, que costumava ser um refúgio para liberais de espírito livre, talvez tenha um impacto diferente agora.

Infelizmente, embora seja recheada de coroas de flores, pinturas no rosto e ponchos confortáveis, novos relatos sugerem que o Coachella esteja escondendo algo um pouco mais sinistro.

De acordo com Afropunk  e Uproxx , o proprietário do festival, Philip Anschutz, é ligado a organizações de extrema-direita. Ele pode estar usando o festival para financiar grupos anti-LGBT.


Leia mais:


Proprietário do Coachella tem destinado lucro para grupos que batem de frente com seu público

A Anschutz é proprietária da AEG, uma das maiores empresas de esportes e entretenimento do mundo. O Coachella é um dos eventos dirigidos pela organização. Novos dados descobertos pelo Washington Post revelam que Anschutz tem passado os lucros obtidos pela empresa — centenas de milhares de dólares — a vários grupos de direita.

Estes incluem a Aliança Defendendo a Liberdade, o Conselho de Pesquisa da Família e a Fundação Nacional Cristã, que têm feito campanha contra os direitos LGBTQ.

Sunset

O Greenpeace também acusou o Anschutz de financiar uma série de “grupos de negação das ciências climáticas”. A organização ambientalista afirma que o bilionário do petróleo e do gás levanta milhões de dólares a cada ano para influenciar a política do estado, um fato que foi reforçado pelo diretor da ProgressNow Colorado, Ian Silverii, em 2016 .

Silverii comenta:

Numa época da história americana, quando a discriminação e a violência contra os cidadãos LGBTQ está em ascensão, o apoio a grupos pró-discriminação coloca Anschutz no lado errado de Colorado e no lado errado da história.

Posts Relacionados