Documentário de ficção imagina uma sociedade formada apenas por mulheresCinema

Documentário de ficção imagina uma sociedade formada apenas por mulheres

A maioria dos festivais de cinema deste ano fez questão de destacar o anseio por mais diversidades na indústria cinematográfica, mais representatividade e mais vozes. Se em muitos deles esperamos ver negros contando suas histórias, o público LGBTTT contando suas histórias, seria de esperar que um filme prevendo um mundo dominado por mulheres seria feito por mulheres.

Mas não precisa ser mulher para ter um olhar criticamente feminista. Mark Sawers oferece uma sátira menos pontiaguda do que se poderia esperar de um mundo dominado por mulheres em seu filme No Men Beyond This Point (algo como Nenhum Homem a Partir Deste Ponto).


Leia mais:


“No Men Beyond This Point”: já imaginou um mundo comandado pelas mulheres?

Trata-se de um documentário fictício que conta a história de que os homens começaram se extinguir na década de 1950. Engraçado na ocasião e oferecendo um desvio imaginativo (ou dois), a produção canadense pode acabar encontrando potencial suficiente para chegar em outros países.

mulheres-documentário-ficção-1-agambiarra

Aos 37 anos, Andrew (interpretado por Patrick Gilmore) é o homem mais jovem vivo. As taxas de natalidade para bebês do sexo masculino vêm caindo há décadas antes de ele nascer, e mulheres conseguem criar filhos sem a necessidade de esperma. Agora, a população masculina em envelhecimento está confinada em casas de apoio e os poucos remanescentes no mundo das mulheres são empregados domésticos.

Uma das facetas inesperadas do mundo dominado por mulheres imaginado por Sawers é que, ao invés de se tornar em uma utopia lésbica, ele é governado por mulheres com medo de toda a sexualidade. E enquanto mulheres se unem para criar suas famílias, elas são esperadas a se tornarem parceiras castas. Isto é muito menos crível, mas é uma resposta adaptativa.

É uma trama curiosa, nem sempre previsível e que com certeza vai arrancar risadas do público, independente do paralelo que ele estabeleça. Confira o trailer abaixo:

Posts Relacionados

Facebook Comments