DiCampana Foto Coletivo lança projeto para quebrar estereótipos da periferiaBuzz

DiCampana Foto Coletivo lança projeto para quebrar estereótipos da periferia

Pense em fotos de favelas ou periferias. Provavelmente a imagem que apareceu em sua cabeça é bem parecida com o que sempre vemos na mídia, de maneira quase uniforme. Pensando nisso, surgiu o DiCampana Foto Coletivo. O projeto foi criado por cinco jovens amigos e fotógrafos paulistas. E vale a pena conhecer o trabalho deles. Por um motivo principal: abrir a mente.

O grupo tem o objetivo de criar um banco de imagens que “desconstrua” essa imagem pré-formada pela mídia. As fotos estão sendo disponibilizadas gratuitamente, com o propósito de que se disseminem. A ideia é interromper esse “monopólio” de imagens padronizadas e, quase sempre, negativas.

DiCampana-gambiarra-1


Leia Mais:


Com a palavra, os criadores do DiCampana

Os criadores do coletivo explicam suas motivações e intenções com o projeto, que começou em novembro de 2016.

 DiCampana-gambiarra-3

O cotidiano destas regiões, que abrigam milhões de pessoas, ultrapassa o estereótipo midiático reforçado por clichês e estigmas que cativam o povo. No entanto, a cultura, o lazer, a rotina e a vida do nosso povo é diferente. Às vezes, as pessoas têm dificuldade de entender na prática os efeitos colaterais da estereotipação da favela. Mas é só perguntar qual imagem vem na mente quando falamos favela, isto é, qual a visão a pessoa tem de favela? Geralmente, viram conflitos relacionados às drogas, tráfico, péssima infraestrutura urbana, lugar sujo. A favela tem seus problemas, entretanto o cotidiano na favela é muito mais que isso.

As fotos do grupo estão disponíveis no Facebook e no Flickr. Eles já fotografaram oito bairros: Jardim Ângela, Monte Azul, Jardim São Luís, Capão Redondo, Campo Limpo, Jardim Maria Sampaio, Jardim Piracuama e Brasilândia.

DiCampana-gambiarra-2

Vamos acompanhar essa ideia bacana!

Posts Relacionados

Facebook Comments