Casa Susanna: onde homens eram mulheres na década de 50Artes

Casa Susanna: onde homens eram mulheres na década de 50

casa-susanna-a-gambiarra06

É certo que o preconceito e o machismo nas décadas passadas era imensamente maior do que temos atualmente, ainda que ambos sejam motivo de violência e morte até os dias atuais. Antigamente, como diria uma prima que sofreu na década de 70 por ser lésbica, “as coisas tinham que ser escondidas”.

O comerciante de antiguidades Robert Swope encontrou, em um mercado de pulgas, várias fotografias da Casa Susanna, um refúgio em Catskills, no estado de Nova Iorque (EUA), para homens que queriam se vestir e se comportar como as mulheres da época em detrimento de sua obrigação social de ser viris, gostar de carros, filmes de guerra, violência etc.

casa-susanna-a-gambiarra02

Em vez disso, faziam seus drinks, jogavam cartas, usavam vestidos, enfim. O que eles talvez não soubessem, é que estavam criando ali uma incrível vivência transgênera em plena década de 1950. As limitações de gênero impostas por uma sociedade que enxerga a diversidade como aberração não incomodam só agora, mas desde sempre – e a Casa Susanna é prova disto.

A Casa inspirou a peça Casa Valentina e entraram para o livro Casa Susanna, de Robert Swope e Michel Hurst. Confira as fotos abaixo.

casa-susanna-a-gambiarra01 casa-susanna-a-gambiarra14 casa-susanna-a-gambiarra13 casa-susanna-a-gambiarra12 casa-susanna-a-gambiarra11 casa-susanna-a-gambiarra10 casa-susanna-a-gambiarra09 casa-susanna-a-gambiarra08 casa-susanna-a-gambiarra07 casa-susanna-a-gambiarra05 casa-susanna-a-gambiarra04 casa-susanna-a-gambiarra03

 

Posts Relacionados

Facebook Comments