Academia do Oscar expulsou Harvey Weinstein e está criando um código de conduta para seus membrosCinema

Academia do Oscar expulsou Harvey Weinstein e está criando um código de conduta para seus membros

Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que é responsável pelo Oscar, está discutindo um código de conduta para seus membros. Tudo isso devido às inúmeras denúncias de Harvey Weinstein, que foi expulso da Academia há duas semanas.

Segundo a Variety, o CEO da Academia, Dawn Hudson, mandou um e-mail aos membros nessa quinta-feira (26). Nele, ele explicou que o novo código de conduta é uma das pautas das reuniões de dezembro e janeiro. O produtor Harvey Weinstein foi acusado de assédio e abuso sexual por dezenas de mulheres, ao longo de vários anos. No comunicado, Hudson garante que quer melhor a situação da indústria cinematográfica.

Queridos membros, como vocês, o conselho da Academia está preocupado com o assédio sexual e o comportamento predatório no ambiente de trabalho, especialmente na nossa indústria. Acreditamos que nossa Academia tem um papel em promover uma atmosfera segura e respeitosa para os profissionais que fazem filmes. Para isso, estamos tomando medidas para estabelecer um código de conduta para nossos membros, que incluirá uma política para avaliar violações alegadas e determinar se uma ação em relação a ser um membro é necessária.

Harvey Weinstein é o segundo membro da Academia a ser expulso. A primeira expulsão foi da atriz Carmine Caridi, que emprestava cópias dos filmes não lançados ainda.


Leia mais:


Harvey Weinstein processa produtora

Harvey Weinstein anunciou que vai processar a sua própria produtora, The Weinstein Company, que o demitiu após as denúncias. Seus advogados requeriram acesso à sua conta de e-mail, além de seu arquivo de funcionário. Ele acredita que os dados podem não só isentá-lo, mas também à companhia.

Será que mais agressores e abusadores de Hollywood serão afastados? E quais serão as medidas legais que serão tomadas?

Posts Relacionados

Facebook Comments