De comédia pastel a drama: 5 bons (ou nem tanto) filmes com Will FerrellCinema

De comédia pastel a drama: 5 bons (ou nem tanto) filmes com Will Ferrell

O ator americano Will Ferrell teve uma incrível carreira em Hollywood como um dos comediantes mais adorados do setor cinematográfico. Mas antes de chegar às telonas, na década de 1990, ele adquiriu relevância no meio do entretenimento quando se estabeleceu no programa Saturday Night Live, da NBC. A partir daí, começou a nova empreitada.

Will Ferrell: 50 anos, boas histórias e risadas

É claro que qualquer carreira cinematográfica jamais será um mar de rosas. Afinal, às vezes atores fazem escolhas ruins na hora de aceitar papeis – e seus agentes também, sem sombra de dúvida. Em meio a controvérsias de opinião e à véspera do aniversário de 50 anos de Will – parabéns, parabéns! –, resolvemos fazer um túnel do tempo aqui.

will-ferrell-5-filmes-agambiarra-07

Elegemos cinco filmes do rapaz jovem senhor de Irvine, Califórnia. Entre eles, uma estreia que acontecerá ainda neste ano (2017), mas que estará aqui nesta lista. Há quem diga que Will sempre fará parte do time de atores que não amadurecem em seus papeis – o que é bastante discutível.

Ferrell: USD 1 bi em ingressos e risadas fáceis

Ainda que fosse verdade, bem, ao menos ele ainda é melhor que Adam Sandler. Afinal de contas, além de somar mais de 1 bilhão de dólares em ingressos vendidos dos filmes que fez, Ferrel tem algo a mais: a capacidade de escrever e/ou atuar em roteiros construídos a partir de coisas tão ridículas que não há outra opção senão rir.

Eis aqui alguns dos melhores (ou piores) filmes estrelando Will Ferrell que chegaram aos telões de todo o mundo. 

Dias Incríveis (2003)

will-ferrell-5-filmes-agambiarra-01

O sonho não realista de muitos graduandos. Reviver esses dias onde tudo era cerveja e mulheres. Dirigido por Todd Phillips, Dias Incríveis reúne três amigos na casa dos trinta (Luke Wilson, Vince Vaughan e Ferrell) para reacender o estilo de vida com a abertura de uma casa de fraternidade.

À medida em que eles brigam com o reitor da universidade (Jeremy Piven) por causa da legitimidade do envolvimento na fraternidade, logo descobrem que o lance não é só encher a cara e ir atrás das mulheres. Este filme transformou Ferrell em um dos principais membros do grupo Frat Pack de atores comediantes.

O Âncora: A Lenda de Ron Burgundy (2004)

will-ferrell-5-filmes-agambiarra-02

Se existe um filme de comédia que teve grande influência na cultura pop durante o século XXI, é O Âncora. Ferrell estrela o longa como um âncora de noticiário cuja vida profissional e pessoal fica do avesso quando ele começa a trabalhar com uma âncora assistente (Christina Applegate) em uma época em que a igualdade no ambiente de trabalho não era exatamente garantia ou pauta.

Cenas clássicas deste filme incluem o uso da fragrância Sex Panther e brigas de rua entre canais de notícias, garantindo que este filme continuará sendo um sucesso da comédia. Por outro lado, e com toda a razão, deverá ser motivo de espanto para as novas gerações, que certamente se chocarão ideologicamente com o machismo de quase 15 anos atrás.

Mais Estranho que a Ficção (2006)

will-ferrell-5-filmes-agambiarra-03

Ferrell teve a chance de demonstrar seu lado mais sério neste drama com uma pitada de comédia. O enredo acompanha Harold (Ferrell), que começa a escutar uma voz de fundo narrando sua vida. Quando Harold descobre que sua vida acontece como se fosse um romance e que o fim acabaria com sua morte, ele decide fazer de tudo para evitar que isso aconteça.

A performance de Will Ferrell fez com que ele fosse indicado ao Globo de Ouro de Melhor Ator em um Longa-Metragem Musical ou de Comédia. Um grande marco na carreira dele, sem dúvidas.

Quase Irmãos (2008)

will-ferrell-5-filmes-agambiarra-04

Um dos filmes mais subestimados do Ferrell veio à tona quando ele se juntou com John C. Reilly. Neste longa-metragem, dois homens imaturos são forçados a conviver quando seus pais se apaixonam e resolvem morar juntos.

O filme gira em torno da rivalidade que os irmãos apresentam e uma série de outros eventos engraçados que acontecem antes de tudo em volta deles desmoronar, forçando-os a enxergar a vida com outros olhos. O longa foi criticado por um humor possessivo muito bruto, mas foi exatamente essa comédia impetuosa que ganhou tanta audiência.

Uma sequência do filme já foi mencionada, Ferrell negou, mas ainda não há confirmações. Bom? Ruim? Nos conte nos comentários.

The House (2017)

will-ferrell-5-filmes-agambiarra-05

Neste sucesso já antecipado das comédias previstas para 2017, The House é sobre dois pais (Ferrell e Amy Poehler) que criam um cassino ilegal na própria casa para gerar fundos suficientes para pagar as taxas da faculdade da filha.

Por quê? Porque eles gastaram toda a economia que tinham de forma irresponsável. O assunto de apostas neste filme claramente atrairá aqueles que gostam de cassinos, jogos de azar e até mesmo de saber como funcionam estabelecimentos do nicho.

Depois do filme, é só fazer as malas e ir a Las Vegas viver a vida e tentar a sorte na jogatina – como se fosse fácil e você tivesse milhões na conta, né? Ou ceder à vontade de acessar a rede e procurar um cassino para girar algumas coisas no seu jogo de mesa favorito ou em um caça níqueis on-line. De qualquer forma, ainda que não se vá a Vegas, a previsão é de boas risadas para a estreia do longa!